Warning: include_once(/home/lanuxland/lanux.com.br/wp-content/plugins/wordpress-support/wordpress-support.php): failed to open stream: Permission denied in /home/lanuxland/lanux.com.br/wp-settings.php on line 211

Warning: include_once(): Failed opening '/home/lanuxland/lanux.com.br/wp-content/plugins/wordpress-support/wordpress-support.php' for inclusion (include_path='.:/usr/local/lib/php:/usr/local/php5/lib/pear') in /home/lanuxland/lanux.com.br/wp-settings.php on line 211
// LanuxLand 101 » 2007 » November
Too lazy to be ambitious, I let the world take care of itself. Ten days' worth of rice in my bag; a bundle of twigs by the fireplace. Why chatter about delusion and enlightenment? Listening to the night rain on my roof, I sit comfortably, with both legs stretched out. - Zen Master Ryokan (1758–1831)

Olhar de peixe em áquario

Posted: November 26th, 2007 | Author: | Filed under: Textos | 3 Comments »

E se você não se sentisse desconfortável com o desconforto? E se você descobrisse de qual substância o desconforto é feito, a ponto de entender intimamente que ele não é diferente em nada de todo o resto?

(…)

- Presta atenção, Marlene. Sou vou falar uma vez, depois disso eu sumo da tua vida e aí é com você.
- Tá, tá, prestando…
- Eles todos já disseram e eu assino embaixo: não há outro momento fora esse. Ele é em essência eterno, todo abrangente, sem começo, nem fim. É nele, só nele, e longe de todas as suas mentiras e intenções, que você vai descobrir do que é feito o tempo, o espaço, a vida, o prazer e a dor.
- Nesse momento? Mas eu não estou nele?
- Não…
- E eu estou onde?
- Presta atenção…

(…)

Wherever you go, you are.


Vajra guru tea

Posted: November 19th, 2007 | Author: | Filed under: Textos | No Comments »

Ao pé de uma árvore boddhi, uma segunda-feira amanhece sem receio.

- Um dia eu acordei e havia um buddha na janela. Ele era tão bonito, luminoso e me chamava pelo nome. Eu lhe dei vários socos e pontapés por meia hora, mas ele não reagiu. Então eu cortei sua garganta e o dei em pedaços para meu cachorro comer durante uma semana inteira. Foi a semana mais bonita da minha vida, monge. Desde então o mundo todo sorri pra mim. O azul se tornou apenas azul, o amarelo se tornou apenas amarelo.

- O chão é azul, o céu é amarelo.

- Hahahaha… isso, isso!


Effortless

Posted: November 6th, 2007 | Author: | Filed under: Textos | 2 Comments »

À sombra de um pé de jambo alegre, num dia de sol frio, a escrita na folha de samambaia azul parece um sonho:

- Eu organizo meus livros na estante pelo cheiro. Lavanda de um lado, café com leite do outro.

Faz muito bem.